sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Sujos Factual-O preço do natal


A principal pauta do fim de semana na mídia é conhecida: a corrida desenfreada pelo consumo natalino. Todos os anos as vendas crescem 15% ou um pouco mais. Empregos temporários são criados “ao deus dará”. São frutas cristalizadas, bonecas da Barbie encalhadas, DVDs da Xuxa remasterizados e todo tipo de panetone, comercializados em quantidades surreais. Quem fica fora da festa, está no mínimo ferrado.

E sim, os shopping centers lotados. Agora fica a pergunta: você olha para a vitrine, e vê uma camisa custando pouco mais de R$ 400,00. E junto você ainda leva um conjuntinho camiseta/casaquinho pela bagatela de R$ 100,00. Quais os atributos que levam a crer que seu “look 2010” custa realmente o que você está pagando?

Natal é época de pose social. Faz parte mostrar que se pode. E que natal pode ser melhor qunado se tem uma etiqueta para demonstrar status?Ou um presente posudo? Mais do que o valor do produto, o que se compra é poder. E se está na vitrine, pode crer que há alguém que se dispõe a efetuar tal operação monetária/moral.

Sobre os valores que são celebrados nesta época, também há o que se dizer. Paz, felicidades, conquistas normalmente são compartilhados com nossos amigos ocultos. Com um investimento muito menor (variando entre R$10,00 e R$ 20,00) garantimos o “agrado”, e votos de um futuro glorioso.

É claro, renovar as esperanças é sempre válido. Mas renovar as idéias também vale muito a penam. E isso não tem preço, nem etiqueta de grife.

Marc Balender

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. http://www.youtube.com/watch?v=lgmTfPzLl4E&feature=player_embedded#

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...